quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Bookmarks Revolution


Novo projeto do bookmark do meu irmão, depois do fracasso com o ponto cruz

Projeto do bookmark para a Little Miss Venezuela
Adoro cinema/literatura e adoro séries. Combinação explosiva, essa. Tudo que vem a partir de três – exceção feita aos vampirinhos atuais, para os quais já tive minha cota há tempos – me causa cosquinhas no nariz, um sinônimo para a tal “comichão cerebral” já comentada em outro post (clique aqui).


Assim, quando meu irmão me desafiou na confecção do seu bookmark (veja um título de péssimo gosto aqui) eu achei que ficaríamos naquilo. Em seguida, após o post publicado e de saber que ele viajaria para os recônditos da América de Sul para encontrar a Flávia, não titubiei: “Você leva o bookmark dela?” “Claro, você já fez?” “Não... – cosquinha no nariz – Por quê?” “Por que você não faz com os dizeres “Little Miss Venezuela”?”

Gênio! Sabe, uma das coisas que me empolga nos trabalhos manuais é saber que pode contentar das nossas tias e avós aos designers do momento! Tal qual a culinária, de repente chega um maluco que, com os mesmos ingredientes detonados diariamente pela minha secretária, faz uma tal comida molecular – ou coisa que o valha – e nos deixa com aquela sensação de “uau!”. É a mesma coisa e não é. A base é a mesma, mas o resultado é totalmente diferente.

Estou meio posh com os projetos em andamento, é fato. Estou achando que peguei um ponto básico – o vagonite – e estou criando algo um pouco diferente do habitual. No bookmark do meu irmão, usei uma gama de cores meio dark (preto, roxo, verde escuro, bege, chumbo e prata) e deixei, de propósito, sem acabamento, para criar a tal sensação de roto. Vou bordar uns besourinhos para simular as traças, que teriam roído o “A”, inicial do nome dele.

O "A" já riscado na etamine pro bookmark do meu irmão
Com a base já preenchida. Adorei a combinação de cores!
No bookmark da Flavia, usei como base a bandeira da Venezuela, com suas cores e estrelas que circulam a palavra “Miss” em letra cursiva, que pretendo bordar em branco ou pink, com preenchimento em ponto haste. As demais palavras pretendo bordar em ponto atrás ou haste, em uma cor contrastante.
Início do trabalho no bookmark da Flavia, com as cores da bandeira da Venezuela
Base já preenchida. Os dizeres, em carbono amarelo, estão quase imperceptíveis...
O título deste post remete ao último filme da Trilogia Matrix que, vez por outra assisto, só para matar a saudade, assim como Senhor dos Anéis e, mais recentemente, a Trilogia Millenium. No final da semana passada fui fisgada por uma série mais uma vez: As Crônicas de Gelo e Fogo, cujo livro 1 – A Guerra dos Tronos – acaba de ser lançado. Baixei o primeiro capítulo na internet e não resisti: terei muitos momentos de ansiedade aguardando as seis continuações previstas pelo autor...

2 comentários:

Anônimo disse...

Simone, sou amiga do teu irmão. Jornalista de Fortaleza, naúltima vez que ele esteve aqui, me deu teu endereço para eu acompanhar. Coloquei nos meus favoritos e vez por outra retorno a você para saber dos teus bordados e das maneiras lúdica e filosófica com as quais você trata os trabalhos manuais. É uma maneira também de saber do Amigo, já que não consigo conversar muito pelo msn - não tenho paciência - e fica só aquele amor solto no ar. Mas meu comentário é só para te dizer que teu blog já está no mundo e tem gente que vc não sabe sequer o nome que vez por outra vem a ele, em busca de poesia. Bjs, Erilene

Simone Arrais disse...

Erilene, adorei receber seu comentário. Venha sempre que desejar! Bjs!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...