quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Dos prazeres de viajar: culinária thai e uma sugestão de presente





Somos uma família que adora viajar e presentear!

Eu adoro a culinária tailandesa e não escondo isso de ninguém. Como adoro comer e adoro cozinhar, nada mais natural que tentar reproduzir os pratos deste país em casa, não?

Ocorre que não conseguia encontrar todos os ingredientes, sobretudo os temperos, na minha cidade... Dei uma buscada na internet, mas não consegui encontrar uma forma de encomendar os temperos específicos para o Pad Thai.

Eis que minha irmã e meu cunhado resolvem tirar umas pequenas férias fora do país e me trazem, de presente, uma caixa recheada de temperos!

Resolvi compartilhar por que a ideia deles pode ser uma excelente sugestão de presente para aquele seu amigo ou amiga que ama cozinhar e experimentar sabores novos! Eu, como podem imaginar, fiquei emocionada com a atenção deles e com a responsabilidade de preparar um menu degustação tailandês! Lol

Em breve, posto a receita e a foto do delicioso Pad Thai.


sábado, 1 de novembro de 2014

Linhas Escritas # Um Lugar na Janela: Relatos de Viagem



 

No último aniversário, minha amiga Bruna presenteou-me com este ligeiro volume de crônicas de viagem da escritora gaúcha Martha Medeiros. Eu adoro o jeito como a Martha escreve: leve, engraçado, inteligente, é impossível largar a leitura!

Já tinha outros livros dela, mas não conhecia este volume sobre suas experiências como viajante. Neste volume, Martha relata, de forma despretensiosa, suas aventuras – e perrengues – em lugares como Chile, Peru, Japão, Nova York, Hawai, entre outros destinos incríveis. 

Não é um guia de viagem, é uma coletânea sobre impressões, sentimentos, curiosidades e sobre tudo o que evoluímos quando viajamos. Mais que indicar destinos, Martha nos exorta a descobrir o prazer de viajar, de nos conhecermos melhor enquanto viajamos ou sobre a aventura que espera todos nós quando nos predispomos deixar o sofá e vagar por nossa própria cidade.

Texto de divulgação:

“Gosta de viajar? Não se importa com imprevistos? Almeja viver de verdade? Então você precisa embarcar nesta leitura leve e divertida da autora Martha Medeiros. No livro Um Lugar na Janela: Relatos de Viagem ela compartilha relatos sinceros, emocionantes e verdadeiros que aconteceram em todos os cantos que ela esteve. São memórias de viagens feitas a vários lugares do mundo, em diversas épocas de sua vida, aos vinte e poucos anos sem grana e, depois, mais estruturada, mas sempre com o mesmo espírito aventureiro. Você não vai encontrar um guia, mas sim recordações, que é o que se traz de melhor de uma viagem. O livro transmite o espírito de viajar. Com certeza, você vai se encantar e quem sabe até se identificar com alguma história. Comece a ler e bom passeio. "Aqui não há nada inventado, tudo aconteceu de verdade: as melhores lembranças, as grandes furadas ainda em tempos pré-internet, as paisagens de tirar o fôlego."

Como vocês sabem, amo viajar e adoro pesquisar sobre a cultura, os lugares, a culinária, todos os aspectos que envolvem o destino sonhado. Descobri que eu e Martha temos inúmeros pontos em comum quando o assunto é a forma como viajamos.

Como ela, estou mais interessada em gente do que em coisas. Não viajo para comprar, viajo para ter experiências. Não gosto de cumprir roteiros exaustivos pelos lugares turísticos, gosto de me perder e curtir experiências no meu tempo: quero ter motivos para voltar para aquele destino.

Cada cidade visitada me modifica e com algumas tive identificações imediatas, não passíveis de explicações racionais. Martha é uma autora que eu já admirava e com a qual, depois da leitura deste livro, passei a me identificar enquanto viajante.

Anote aí minha avaliação: IMPERDÍVEL! IMPOSSÍVEL LARGAR!




domingo, 26 de outubro de 2014

Sashiko Design Kit





E finalmente chegou o kit para o bordado com o sashiko design! A TaDaa Studio me surpreendeu muito positivamente com a qualidade do kit, uma folha de orientação em inglês – além das orientações em japonês, claro! – e com uma delicada mensagem escrita à mão no recibo.

(Sempre me emociono com pessoas que não veem apenas o aspecto comercial, como neste caso.)

  
O kit é composto de um tecido para a confecção de uma almofada, com um dos lados contendo uma impressão do design que eu escolhi, o Poinsettia. Vem ainda a meada de linha específica para o bordado, que escolhi na cor branca.


No site da Tadaa Studio ou em sua loja no Etsy (onde comprei) é possível encomendar muitos outros motivos, além de linhas em diversas cores, agulhas, dedais, etc. 

Estou ansiosa para começar este instigante bordado e vou mostrando o andamento para vocês. Boa semana!


domingo, 19 de outubro de 2014

Puzzle Gustav Klimt # As Três Idades da Mulher (1905)




Puzzles e arte: uma combinação irresistível para mim. Quando estive em Lisboa, no ano passado, caí de amores pelo puzzle de parte de uma obra de Gustav Klimt, intitulada "As Três Idades da Mulher" (1905). Comprei no ato, pensando em mandar emoldurar, depois de montado, para decorar meu quarto.

No quadro original, o pintor representa, além desta jovem mãe e sua filha, o perfil de uma idosa e você poderá ler uma excelente resenha sobre esta obra aqui.
 
Dia desses, resolvi começar a montar o puzzle com a ajuda dos meninos. Ainda que tenha sido extremamente prazeroso montá-lo – resultado da justa medida entre dificuldade e facilidade – fiquei um tantinho decepcionada com a qualidade da sua impressão...

As cores restaram um tanto distorcidas do real, notei pequenos pontos de interferências que diminuíram – na minha modestíssima opinião – a beleza da obra deste artista genial.

Mas quem vê o puzzle montado acha lindo! Rsrsrsrs É mesmo uma imagem muito serena, a mãe com seu filho nos braços, como se estivessem enlevados, dormindo, um leve sorriso brincando em seus rostos... As flores no cabelo conferem à cena um aspecto onírico... Linda, de fato, a visão da maternidade em sua completude.

De toda sorte, vou mesmo mandar emoldurar para o meu quarto. É uma obra que me passa sentimentos muito especiais e que me remete à minha própria maternidade. Pra que serve a arte se não para tocar nosso coração?!


domingo, 5 de outubro de 2014

Toalha com inspiração no Sashiko Design (wip #2)




Minha saga com o bordado com inspiração no Sashiko Design continua. Terminei de bordas as curvas no Azul Anchor Perlé 132 e, agora, comecei as curvas internas, na cor 131.

Mesmo sem a perfeição técnica esperada, estou deixando a modéstia de lado e achando este projeto incrivelmente bonito e harmonioso, em seus tons calmos.

Na origem, o Sashiko é bordado em branco sobre índigo. Como prometido, encomendei um kit no Etsy, que deve chegar em alguns dias. No projeto que comprei, receberei o tecido com uma impressão do gráfico no lado avesso, além da linha especial para o bordado.

Enquanto espero, o projeto atual avança mais lentamente do que o esperado para algo usando o Ponto Alinhavo (Running Stitch), mas acho que isso tem um sentido e um lado bom: é muito relaxante de fazer!

A “falsa” simplicidade dos gráficos termina em projetos que acho bem elegantes e que têm me instigado a conhecer mais e mais. Se tentarem, me informem. Vamos trocar impressões.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...