domingo, 26 de junho de 2011

Um presente personalizado para o primeiro aniversário do Dudu


Visão geral da toalha do Dudu


Vocês sabem, eu adoro pontos livres! São tão versáteis, dá pra fazer tanta coisa... Acho que o primeiro contato que tive com o mundo craft envolveu estes tipos de pontos. Ainda criança, aprendendo a bordar no Patronato – instituição antiqüíssima da minha cidade natal – não podia imaginar o que o futuro reservar-me-ia... lol

 

Mas penso que deve ser por isso que sinto certa nostalgia quando uso esses pontos. Saudade da infância, das descobertas, do vir-a-ser...


Um barco simpático em ponto atrás, atrás duplo (boia), coral (água) e corrente (amarelo).

Quando recebi o convite pro aniversário do Dudu, meu sobrinho mais novinho, fiquei com vontade de fazer algo personalizado. É meio uma neurose minha, essa coisa de tentar presentear o máximo possível com coisas handmade... lol

 

Pensei, pensei e decidi que tinha que ser algo que pudesse ser executado rapidamente, ter utilidade e que ele pudesse gostar. Ai, meu Deus! Que difícil!


No aviãozinho, todo em ponto atrás, o detalhe da estrela em ponto matiz.

Para atender ao primeiro requisito: pontos livres! Escolhi desenhos bem infantis de meios de transporte, que foram o tema do enxoval dele. Para atender ao segundo requisito, como ele está ficando grandinho e, logo, logo deixará de usar as deliciosas toalhas fraldas, optei por uma toalha de banho verde-água, daquelas com barra para pintura.

 

Quanto ao terceiro requisito, bem... Esse era mesmo mais difícil de mensurar, né? Fiquei torcendo para que ele viesse a gostar e, junto da toalha, coloquei coisinhas de banho bem cheirosas, próprias para bebês.


O ponto matiz é ótimo para preencher superfícies irregulares.

Presentinho feito e embalado, pude apreciar o pequeno correndo entre os brinquedos de sua festa, com aquele desequilíbrio de quem recém aprendeu a andar e para quem o medo é ainda uma palavra que não faz o menor sentido...

 

Fui transportada, num átimo, de volta ao tempo em que eu também era criança e achava divertidíssimo puxar os fios de uma grande trança feita com muitas cores de linhas e presa na parede do curso de bordado. Não havia números, a gente escolhia no olho a cor que mais gostasse.


Ponto caseado nas rodas, corrente e atrás na locomotiva e o farol em ponto matiz. 

Não havia quase presente, só um futuro gigantesco e cheio de possibilidades à frente. É... Que saudade de ser criança...



6 comentários:

♥ Nia disse...

Tãooooo, mas tãaaoooooo fofo!! E colorido!! A-do-rei! =)
Esses bordadinhos fizeram-me sorrir só de olhar as fotos :D

Joanita disse...

Olá Simone!

Que bordados lindos e mimosos! =) Adorei tudo... os desenhos, as cores, os tipos de pontos!

Atelier Caseiro disse...

Tão gracioso! Tão alegre, bem próprio pro mundo infantil! =) Boa semana!

Gislene Ellery disse...

Tenho certeza que o Dudu adorou! Ficou linda mesmo! Delciada e alegre!

Beijos!

Sâmia disse...

Tãooo fofo, com certeza o Dudu adorou...e eu tbm!!!
Bjim querida, tenha uma semana maravilhosa!!!

A Casca da Cigarra disse...

Simone, eu andei sumida, sem computador no feriadão mas volto aqui pra dizer que seu bordado me dá vergonha! É muito perfeito e me faz rir dos meus pontinhos toscos mas bem intencionados! Lindo presente, viu? Você bem que poderia pensar em algo lá do blog para uma troca, aí eu teria um bordado seu e você algo lá da casca da cigarra...que tal?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...