domingo, 19 de junho de 2011

A decisão de ter uma família e um bordado especial


Você nunca, nunca, nunca mesmo deve usar carbono amarelo sobre tecido bege!!


Alguém comentou comigo que, após o nascimento dos filhos, tudo se volta para as crianças, para o seu bem-estar, o casal acaba ficando em segundo plano.

 

Na hora, fui obrigada a discordar por que, de fato, quando temos filhos a vida muda, mas não por causa destes e, sim, por que, a partir de então, estabelece-se um novo projeto: a família.


Não vou exigir que você leia, mas nessa folhinha está escrito "Guilherme".

A diferença parece tênue, mas é fundamental: ter família é ter um projeto de longo prazo que requer planejamento e acompanhamento constantes. A gente não vive em função de filhos, mas, sim, em função da manutenção do “projeto família”.


E nessa outra, "Rafael"...

Eu e meu marido decidimos, há sete anos, que nosso projeto de vida contemplava a existência de uma família com filhos e sem pets. Depois da chegada do Guilherme, cheguei a pensar que era o bastante ser mãe de um. 


Não é lindo esse formato de coração no centro?

Com o passar do tempo, no entanto, ficamos pensando em como é bom ter irmãos como amigos e decidimos que seria um tremendo egoísmo da nossa parte privar o Gui da experiência de ter um irmão ou irmã. Chegou o Rafael, já se vão quase quatro anos...


Estou usando o ponto atrás para fazer os círculos.

Aí, no mês que antecede os aniversários dos meninos, me bateu uma vontade danada de representar, do meu jeito craft, o nosso projeto. Não querendo mesmo inventar a pólvora, optei por bordar a nossa árvore genealógica para a Memorabilia.

 

Inspirada pelo design do pessoal da Cozy Blue, tentei reproduzir o tronco da árvore com nossos nomes no centro e os pequenos galhos que vão surgindo trazendo o nome dos meninos nas folhinhas.


Agora, com outros círculos já bordados.

Gosto de pensar na idéia de que relacionamentos longos são como árvores... Não é bonito ver como os anos que passamos juntos podem tornar a planta mais forte e vigorosa? A idéia de representar a família como uma árvore não é muito original, mas esse design me pareceu tão incrivelmente inovador!



Gostaram? Os gráficos podem ajudá-lo a criar a sua própria árvore e estão à venda no Etsy.



3 comentários:

A Casca da Cigarra disse...

Ai Simone, a gente estava aqui na sala agorinha pensando em como a nossa casa foi mudando com a chegada dos filhos, como nosso espaço se transformou...e agora li seu post e fiquei emocionada pensando nisso de projeto família. Eu quero uma arvore para nós. Lindo o risco, linda ideia e o post.

♥ Nia disse...

Com a ideia de inventar a pólvora! hahaha muito bom! Pensei que isso era só expressão portuguesa :p LOL! E inventar a roda, também se diz aí? heheeheh
Eu adorei o post, adorei o conceito do bordado, maravilhoso mesmo!
Só não sei se a segunda cor foi a melhor opção, daqui parece pouco visível, talvez seja impressão pelas fotos e na verdade ao vivo fique bastante mais nítido :)
Adorei a ideia! Pena que aí não tenho filhotes mas um dia ainda pego a ideia para fazer aqui também ;)
Parabéns Si! Criatividade sempre ao rubro :D

Rita disse...

Tão lindo esse trabalho..e tão lindo o teu post..ainda por cima logo nesta altura em que acabei de ser mãe de um lindo Guilherme há 11 dias:) A nossa casa e as nossas prioridades mudam mesmo, mas tudo para melhor...e espero poder dar um irmão ou irmã tb ao meu Guilherme um dia mais tarde. Tudo de bom para ti e tua familia!:9 beijinhos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...