sábado, 1 de novembro de 2014

Linhas Escritas # Um Lugar na Janela: Relatos de Viagem



 

No último aniversário, minha amiga Bruna presenteou-me com este ligeiro volume de crônicas de viagem da escritora gaúcha Martha Medeiros. Eu adoro o jeito como a Martha escreve: leve, engraçado, inteligente, é impossível largar a leitura!

Já tinha outros livros dela, mas não conhecia este volume sobre suas experiências como viajante. Neste volume, Martha relata, de forma despretensiosa, suas aventuras – e perrengues – em lugares como Chile, Peru, Japão, Nova York, Hawai, entre outros destinos incríveis. 

Não é um guia de viagem, é uma coletânea sobre impressões, sentimentos, curiosidades e sobre tudo o que evoluímos quando viajamos. Mais que indicar destinos, Martha nos exorta a descobrir o prazer de viajar, de nos conhecermos melhor enquanto viajamos ou sobre a aventura que espera todos nós quando nos predispomos deixar o sofá e vagar por nossa própria cidade.

Texto de divulgação:

“Gosta de viajar? Não se importa com imprevistos? Almeja viver de verdade? Então você precisa embarcar nesta leitura leve e divertida da autora Martha Medeiros. No livro Um Lugar na Janela: Relatos de Viagem ela compartilha relatos sinceros, emocionantes e verdadeiros que aconteceram em todos os cantos que ela esteve. São memórias de viagens feitas a vários lugares do mundo, em diversas épocas de sua vida, aos vinte e poucos anos sem grana e, depois, mais estruturada, mas sempre com o mesmo espírito aventureiro. Você não vai encontrar um guia, mas sim recordações, que é o que se traz de melhor de uma viagem. O livro transmite o espírito de viajar. Com certeza, você vai se encantar e quem sabe até se identificar com alguma história. Comece a ler e bom passeio. "Aqui não há nada inventado, tudo aconteceu de verdade: as melhores lembranças, as grandes furadas ainda em tempos pré-internet, as paisagens de tirar o fôlego."

Como vocês sabem, amo viajar e adoro pesquisar sobre a cultura, os lugares, a culinária, todos os aspectos que envolvem o destino sonhado. Descobri que eu e Martha temos inúmeros pontos em comum quando o assunto é a forma como viajamos.

Como ela, estou mais interessada em gente do que em coisas. Não viajo para comprar, viajo para ter experiências. Não gosto de cumprir roteiros exaustivos pelos lugares turísticos, gosto de me perder e curtir experiências no meu tempo: quero ter motivos para voltar para aquele destino.

Cada cidade visitada me modifica e com algumas tive identificações imediatas, não passíveis de explicações racionais. Martha é uma autora que eu já admirava e com a qual, depois da leitura deste livro, passei a me identificar enquanto viajante.

Anote aí minha avaliação: IMPERDÍVEL! IMPOSSÍVEL LARGAR!




Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...