sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Linhas Escritas # Dez Mulheres



 

Mais uma excelente leitura possibilitada pelo Círculo do Livro do qual participo no trabalho, este livro me comoveu e arrebatou. Peguei-me lendo compulsivamente as histórias de dez mulheres que, como eu e você, disputamos espaços afetivos nesta contemporaneidade absurda e violenta.

Ricas ou pobres, jovens ou não, derrotadas ou ostentando um sucesso assustador, as mulheres possuem – como ponto comum – a terapeuta Natasha, que as reúne para que as suas histórias, quando contadas, possam ser resignificadas.

Vi-me um pouco em cada uma delas, vi minhas amigas, vi-nos em nossas incertezas, guerras íntimas, fragilidades... A ideia do livro é simples, mas o que pode nos ensinar mais que a simplicidade? O caleidoscópio das falas destas mulheres insiste em permanecer na minha mente como uma entidade feminina, na qual me reconheço e me aceito.

Bem poderia ser eu, narrando minhas dores, pequenos pecados, alegrias, frustrações. Por enquanto, recomendo que, se você puder, leia este livro e reflita.

Texto de divulgação:

Romance que mergulha nas relações afetivas do mundo atual com profundidade e leveza, Dez mulheres esteve por meses no topo da lista de mais vendidos no Chile, seu país de origem, e também na Itália, Argentina e Espanha. Nele, nove mulheres muito diferentes entre si, e que nunca se viram antes, compartilham as histórias de suas experiências de vida mais marcantes. Natasha, a terapeuta delas – e a décima personagem dessa história –, decide reuni-las com a convicção de que as feridas começam a sarar quando se rompem as cadeias do silêncio.

“O fantástico é que a solidão feminina se quebra com muita facilidade quando nos encontramos entre nós e nos reconhecemos. Por isso digo que as mulheres entre si nunca estão sós, os homens sim”, define a autora.

Através dos olhos de suas dez narradoras, que relatam momentos intensos que passaram, estão variadas perspectivas sobre a perda e o amor, a felicidade e a doença, o trabalho, casamentos, separações e a difícil vida com os filhos. As mulheres presentes no livro amam de uma maneira arriscada, entregando-se às paixões de uma forma única e arrebatadora.”

Anote aí minha avaliação: IMPERDÍVEL!!!!!


Um comentário:

Anônimo disse...

Simone, não poderia deixar de lhe dizer que achei muito boa a idéia de criarem um clube do livro.Tenho lido os livros que você indica e gosto muito.Agora estou lendo "Dez mulheres", estou na quinta e já estou com pesar porque vai acabar.Realmente a gente se encontra em algum momento com elas...Parabéns!Seu blog é ótimo.Bjs.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...