sábado, 15 de setembro de 2012

Um corte de cabelos e um reencontro com o passado


Quando éramos pequenos, minha mãe cortava os nossos cabelos. Mulher prática, defendia que era melhor “cortar bem curto” para “demorar a crescer”... lol Resultado?? Eu e minha irmã sonhávamos em ter cabelos longos como os das nossas amigas...

Eu tive minha cota de mullets dos anos 80, e sonhava com os cabelos longos das princesas, cheio de tiaras e fivelinhas, longos rabos de cavalo... Um dia me revoltei e não deixei mais minha mãe cortar meu cabelo. Foi uma pequena revolução que marcou o início de um novo estilo que durou muitos anos: cabelos cacheados longos, volumosos, indomáveis.

Antes de ser cortado, cabelo e paisagem se confundindo.

Meus dois filhos têm cabelos cacheados. O Gui tem a fibra um pouco mais áspera, o cabelo é mais cheio e ele acha legal fazer o estilo “black power”. Adora a cabeleira e eu acho lindo que ele se orgulhe de seu cabelo mesmo em tempos de “Justin Bieber”. Porém, tudo tem limites e o cabelão enorme dá o maior trabalho para desembaraçar.

Fazia tempo que eu vinha pensando em cortar o cabelo dos meninos. Parecia tão simples quando o cabeleireiro fazia... Observei várias vezes a metodologia, comprei uma tesoura e decidi arriscar.

Domingo desses eu cortei o cabelo do Gui. Curiosamente, ele não teve receio, apenas pediu para eu não “cortar demais”. Levei quase uma hora, pela pouca habilidade e tensão. Como era mesmo que o cabeleireiro segurava o pente e a tesoura na mesma mão???? Difícil!!!!

Os cachinhos iam caindo no chão e o meu “ajudante”, o Rafa, os varria por toda a casa... lol No banho que seguiu o corte, ainda dei mais umas acertadas, para corrigir pequenos esquecimentos.

Não, eu não deixei buracos, o corte ficou bem uniforme. Sim, eu adorei o resultado e todos ficaram surpresos com a minha primeira empreitada. Porém, no dia seguinte, diante do espelho antes de ir para a escola, eu só via o Gui puxando os cachinhos: “Cresce! Cresce!” LOL

Será que cortei demais??? Ô filho estiloso...


4 comentários:

CoccinellaDots disse...

Gostei TANtO desta postagem!

O meu cabelo é encaracolado e também não gostava quando a minha mãe insistia em cortar curtinho...
ai... demorava tanto a crescer e depois... puf! Tesourada! =|

Agora tenho-o comprido! Com muitos caracóis e volume! =D (Simone, e agora acreditas que a minha mãe "zanga-se" quando o corto?!)

Bom fim de semana!!!

Rebeca disse...

Cadê o depois? Fiquei curiosa!
Bjs e bom fim de semana!

Valma disse...

great moment, thank you for sharing
we want pictures =)
when I was young Mum didn't want me to have long hair...I wanted to have long hair, just like you described it =)
it was only because I was afraid of having shampoo in my eyes and that when she was washing my hair I was shouting like a little piglet =D
So no long hair !! I would have shout to the moon =D
Big hugs
xxxxx

Isabella Morais disse...

E onde estão as fotos? eheheheh.

Eu já fiz muito isso! Algumas vezes errei mas a maioria deu certo. Comprei até uma máquina de cortar que fui usar pela primeira vez no marido. Fiz um baita buraco no cabelo dele...nesse dia ele foi correndo pro barbeiro! ahahahahaha.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...