domingo, 12 de agosto de 2012

A Fonte dos Desejos




Eu tenho alguns amigos que decidiram não ter filhos. As razões são variadas e eu as respeito. Tem mesmo gente que não tem vocação para ser pai ou mãe, ok.

A decisão, como tudo na vida, tem prós e contras. Os prós de vez em quando me vêm à cabeça em momentos de cansaço, estresse, desesperança, ainda que na forma de uma lamentação vaga, a nostalgia de um passado “livre”, sem obrigações e amarras financeiras, psicológicas, familiares, sociais.

Sobre os contras, gostaria de relatar uma única passagem que me levou a verter lágrimas edipianas durante nossa viagem de férias.

Numa das atrações que visitamos, havia uma reprodução de um poço dos desejos, cheio de moedinhas no fundo da água. Os meninos ficaram encantados e pediram moedas para fazer os seus próprios desejos.

Eu assegurei a eles que todo pedido feito com muita fé e amor é, certamente, atendido, ainda que demore. Cada um fez seu pedido e jogou a moeda, o que rendeu fotos engraçadas e muitas risadas.

Eu disse ainda que eles não precisam contar sobre os seus desejos, que os guardassem no coração e na mente. Rafael insiste:

“Mas mãe, eu quero te contar o meu desejo!”
“Não precisa, filho, ele é seu! A mamãe não precisa saber.”
“Mesmo assim eu quero contar...”
“Ta, então conta.”
“Meu desejo é ser, para sempre, teu”.



8 comentários:

♥ Nia disse...

Não há amor mais precioso =)

Rita Vania disse...

É amiga, esse amor de vcs vem de outras vidas!!!

Marcia Gullo disse...

Oi Si, passando pra ver as novidades e deixar meus beijinhos.
Inte.

http://blogdagullo.blogspot.com.br/

Valma disse...

what a great wish Raphael made
lovely
sure it will come true even if he told you =D
Big hugs
xxx

A Casca da Cigarra disse...

Desejo atendido, eu sei...que comovente, eu estou chorando.

Rebeca disse...

Que lindo...

Rita disse...

Meu deus..isso não tem preço...Até eu me emocionei. Estou ansiosa para ouvir o meu Gui a falar comigo..deve ser fantástico:)

Tb respeito e entendo quem decida não ter filhos...mas eu não concebia uma vida sem eles...por mais q haja horas desesperantes, como dizes :)

beijinhos*

Isabella Morais disse...

Ahhh que lindo amiga!

Olha,por muitas vezes eu fico estressada com as tarefas do lar e principalmente com o fato de ser mãe de uma criança especial pois tive que deixar minha vida profissional de lado...isso me faz muita falta já que trabalhando me sentia importante..não que eu não seja, mas sempre gostei do que fiz..

Eu aprendi que Deus só dá filhos para quem os merece, principalmente os especiais que precisam tanto da gente. No começo foi muito difícil mas hoje já encarei isso com naturalidade. Meu filho é minha vida! A única coisa que me preocupa é que eu não vou durar para sempre..mas ele tem dois irmãos que eu espero que cuidem bem dele :D

Adorei seu post.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...