domingo, 21 de setembro de 2014

“Choose your own rebellion!” – o presente da Andréa




Continuando a saga dos incríveis presentes de aniversário deste ano, o presente da Andréa trouxe-me, além de um bastidor deliciosamente bordado num estilo vintage, uma importante mensagem, extremamente útil em qualquer época da vida, mas especialmente interessante à beira dos quarenta: “choose your own rebellion”.

As dores e as delícias da juventude ameaçam tornarem-se uma imagem no retrovisor, a maturidade se insinua mais como certeza do que como possibilidade, os filhos crescem em progressão geométrica e você precisa se reinventar, se refazer, se reencontrar, escolher novas – e próprias – formas de rebelar-se.


Rebelar-se contra o quê?!

Ah, contra o que te paralisa, o que te enfraquece, o que te sabota, o que te oprime, o que te faz esquecer de quem és, contra tudo que te faz esquecer dos passos que te trouxeram até aqui, contra as marcas no teu rosto, contra a felicidade irrealizável que te impede de viver plenamente as coisas simples, contra o sistema que te impõe um espelho impossível...

Obrigada, minha doce Andréa! Distraída que estava olhando o que vem se perdendo pelo caminho, esquecia de ver a estrada de possibilidades à minha frente. Seu presente foi como um alarme visual que me trouxe de volta aos trilhos: eu escolho minhas próprias rebeliões!

  
Mas rebelar-se para quê?!

Para ser mais inteira, viver mais o presente, aceitar a imutabilidade do que passou, internalizar a transitoriedade do bom e do ruim, cuidar mais do meu corpo, amar cada marca do meu rosto, encontrar novos interesses, reavivar antigos, fortalecer o espírito.

  
Para lembrar-me sempre de tudo isso, seu delicado bordado foi parar na minha Memorabilia e sua amizade tem lugar cativo no meu coração. Obrigada!  


2 comentários:

Andrea Cordeiro disse...

Simone, estou verdadeiramente emocionada...lembrei de um dia frio quando eu ainda me adaptava à vidas numa casa compartilhada em Montevidéu e no qual eu te escrevi uma carta contando das incertezas da minha escolha, olhando para você e para a Helena e achando que vocês eram as pessoas mais centradas do universo, e da resposta que recebi e que me mostrava que somos tantas e tão complexas que podemos escolher e amar as nossas escolhas. Você é uma amiga inestimável. Obrigada pela amizade restauradora. <3

Rita disse...

Um post mto emotivo e extremamente verdadeiro..gostei mto Dimone :)
Um beijinho enorme :)*

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...