sábado, 31 de maio de 2014

Linhas Escritas # No Ar Rarefeito




Vocês devem ter visto na mídia, recentemente, a maior tragédia já registrada no Monte Everest, uma super avalanche que vitimou 16 pessoas, em sua maioria sherpas. Em uma das expedições estava um cearense, conterrâneo meu, Rosier Alexandre, participante do Projeto Sete Cumes.

Este seleto grupo de montanhistas, após o Everest, terá escalado as 7 maiores montanhas do Planeta, o que considero um feito incrível!

Não só pela presença do Rosier, mas, também, por um interesse meu, anterior, o Everest já era alvo da minha atenção e este pequeno volume do jornalista americano Jon Krakauer é leitura indispensável sobre o montanhismo, sobre o Everest e sobre o que move alguém a superar todos os seus limites físicos e emocionais além das mais difíceis condições por um sonho.

Texto de divulgação:
“Contratado por uma revista para escrever sobre a crescente comercialização da escalada do monte Everest, Jon Krakauer participou de uma expedição guiada ao topo do mundo. Em 10 de março de 1996, atingiu com muito custo os 8848 metros de altitude. Enquanto descia ao acampamento, nove alpinistas morreram, e até o final daquele mês outros três não resistiriam à empreitada. Muito abalado pela tragédia e obcecado em rever o evento em detalhes, Krakauer escreveu este depoimento tocante sobre o sentido da vida e o poder dos sonhos.”

A tragédia recente abalou a equipe do Rosier, que perdeu vários membros, e a expedição foi abortada. O sonho de conquistar o sétimo e mais importante cume, entretanto, não morreu. Em 2015 uma nova expedição está agendada.

Até lá, a leitura deste livro é uma super pedida. Anote aí minha avaliação: é de tirar o fôlego!


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...