domingo, 29 de setembro de 2013

Linhas Escritas # Mundos de Eufrásia




Já comentei inúmeras vezes neste espaço sobre o quanto gosto de biografias. Se são sobre histórias de amor, então, minha alma canceriana derrete-se...

Nem me lembro mais como tomei conhecimento sobre este romance, ou biografia romanceada do amor entre Joaquim Nabuco e Eufrásia Teixeira Leite.

Nunca ouvira falar na dama. Meu primeiro apartamento de casada, pequenino e cheio de sonhos, ficava na sombreada Rua Joaquim Nabuco, na sua parte mais bucólica. Mas quem fora o tal abolicionista Nabuco? Eu tinha um conhecimento superficial.

No romance de Claudia Lage, fiquei sabendo sobre o jovem Joaquim e o conturbado contexto histórico de sua formação. Conheci ainda esta incrível mulher, educada desde cedo pelo pai para a independência moral e financeira.

Rica, inteligente, culta, um ás da economia e das finanças, Eufrásia chocou a geração que tinha no bom casamento seu objetivo de vida.

Texto de divulgação:

“O romance revela a real e conturbada história do amor impossível entre o abolicionista Joaquim Nabuco e Eufrásia Teixeira Leite, uma mulher muito à frente de seu tempo. De forma atípica para os padrões da época, Eufrásia foi criada pelo pai para ser a herdeira e gestora de sua imensa fortuna. Com a morte dele, ela assume os negócios e surpreende a todos com um notável talento para administrar e multiplicar seu patrimônio e ainda garantir sua emancipação econômica em pleno Brasil Imperial. Mas a promessa feita no leito de morte do pai de que nunca iria se casar – sempre lembrada pela irmã, com quem teve uma relação de amor e ódio durante toda a vida -, tem um preço alto, condenando seu romance com o rebelde Joaquim Nabuco.”

Anotem aí minha avaliação: Imperdível!





Um comentário:

Isadora disse...

Fico feliz que tenha gostado, o livro é maravilhoso, uma história interessantíssima, e muito bem escrito!
Bjs

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...