domingo, 30 de junho de 2013

Linhas Escritas # Carmen – Uma Biografia



 

Por que eu gosto de biografias?

1)      Sou curiosa sobre a época, o contexto histórico, as circunstâncias de vida que levaram/possibilitaram a alguém ser notável numa área.
2)      Admiro o extenso trabalho de pesquisa que os autores destes livros fazem.
3)      Quando bem escritas, estas obras não devem nada aos romances, tendo como cereja do bolo o quê? A realidade.

Agora que não é mais segredo para ninguém que amo biografias, percebi que o Linhas Escritas – este pequeno espaço sobre leituras e livros que tenta sobreviver nessa avalanche craft – não tinha nenhuma resenha sobre o gênero.

Vamos resolver este problema apresentando para vocês uma das melhores biografias que já li: Carmen Miranda.

Carmen é um daqueles personagens icônicos, que marcaram toda uma geração. Gosto de pensar que se temos imagens representativas da nossa cultura viajando em ondas pelo espaço sideral, uma delas é o rosto de Carmen Miranda.

O livro me prendeu do começo ao fim. Carmen foi uma mulher revolucionária, destemida, solitária, inteligente, uma combinação espetacular de talento e ousadia. Ruy Castro que é, na minha opinião, um excelente biógrafo – apaixonado e detalhista – descreve Carmen com cores, cheiros, texturas, sabores. É impossível não se envolver emocionalmente com a breve vida desta portuguesa/brasileira extraordinária.

Texto de divulgação

“Carmen, o novo livro de Ruy Castro, é a maior biografia de um artista já publicada no Brasil. Ano a ano, o autor acompanha a vida da brasileira mais famosa do século XX - do nascimento da menina Maria do Carmo, numa aldeia em Portugal (e a vinda ao Rio de Janeiro, em 1909, com dez meses de idade), à consagração brasileira e internacional de Carmen Miranda e sua morte em Beverly Hills, aos 46 anos, vítima da carreira meteórica e dos muitos soníferos e estimulantes que massacraram seu organismo em pouco tempo.
Mas Carmen não é apenas uma biografia. Enquanto entrelaça a intimidade e a vida pública da maior estrela do Brasil, Ruy Castro nos leva a um passeio pelo Rio dos anos 20 e 30, e por Nova York e Hollywood dos anos 40 e 50 - cenários em que é especialista. E ainda resgata a história da música popular brasileira, da praia, do Carnaval, da juventude do passado, da Rádio Mayrink Veiga, do Cassino da Urca, da Broadway, dos gângsters que dominavam os nightclubs americanos e dos bastidores dos estúdios de cinema - numa época em que para estrelas como Carmen, as noites não tinham fim.”

Anote aí minha avaliação: Imperdível!





2 comentários:

Isabella Morais disse...

Eu tb gosto muito de biografias mas nunca li nenhuma, só vejo na TV. Ai que vergonha de dizer isso mas é a verdade pura.

Valma disse...

don't know this women :-/
but it seems this biography transported you
each time you give us the willing to read =)
big hugs
xxx

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...