domingo, 28 de setembro de 2014

“Os melhores aromas estão nos pequenos frascos” – o presente da Valérie



 
Minha amiga francesa, a Valérie, há tempos achou engraçado um episódio da minha história recente e o presente que me enviou, por ocasião do meu aniversário este ano, teve origem na nossa troca de mensagens.

Ocorre que publiquei no meu Instagram a foto de um frasco do meu perfume preferido, Organza de Givenchy, com a válvula quebrada, o que me obrigou a comprar um frasco bem “chinfrim”, por pouco mais de R$ 1, para não perder o precioso e caro líquido.

Bom, funcionou, mas foi engraçado e o Monsieur Hubert de Givenchy provavelmente sentir-se-ia ofendido se visse minha “solução”.


Valérie me enviou, maravilhosamente embaladas numa caixinha de Swarovski, duas miniaturas de perfume, sendo uma delas do lindo frasco do Organza, que é uma pequena obra de arte.

Além deste mimo, outros me deixaram sorrindo de orelha a orelha com a atenção e o carinho deste minha amiga que, a despeito das atribulações do seu dia-a-dia, não esquece o meu aniversário.


Querida Valérie, já tive oportunidade de escrever-lhe para agradecer, mas as palavras nunca parecem suficientes! Obrigada do fundo do coração por seu carinho, que me enternece e me faz desejar muito o dia de conhecê-la pessoalmente! 


domingo, 21 de setembro de 2014

“Choose your own rebellion!” – o presente da Andréa




Continuando a saga dos incríveis presentes de aniversário deste ano, o presente da Andréa trouxe-me, além de um bastidor deliciosamente bordado num estilo vintage, uma importante mensagem, extremamente útil em qualquer época da vida, mas especialmente interessante à beira dos quarenta: “choose your own rebellion”.

As dores e as delícias da juventude ameaçam tornarem-se uma imagem no retrovisor, a maturidade se insinua mais como certeza do que como possibilidade, os filhos crescem em progressão geométrica e você precisa se reinventar, se refazer, se reencontrar, escolher novas – e próprias – formas de rebelar-se.


Rebelar-se contra o quê?!

Ah, contra o que te paralisa, o que te enfraquece, o que te sabota, o que te oprime, o que te faz esquecer de quem és, contra tudo que te faz esquecer dos passos que te trouxeram até aqui, contra as marcas no teu rosto, contra a felicidade irrealizável que te impede de viver plenamente as coisas simples, contra o sistema que te impõe um espelho impossível...

Obrigada, minha doce Andréa! Distraída que estava olhando o que vem se perdendo pelo caminho, esquecia de ver a estrada de possibilidades à minha frente. Seu presente foi como um alarme visual que me trouxe de volta aos trilhos: eu escolho minhas próprias rebeliões!

  
Mas rebelar-se para quê?!

Para ser mais inteira, viver mais o presente, aceitar a imutabilidade do que passou, internalizar a transitoriedade do bom e do ruim, cuidar mais do meu corpo, amar cada marca do meu rosto, encontrar novos interesses, reavivar antigos, fortalecer o espírito.

  
Para lembrar-me sempre de tudo isso, seu delicado bordado foi parar na minha Memorabilia e sua amizade tem lugar cativo no meu coração. Obrigada!  


domingo, 14 de setembro de 2014

Toalha com inspiração no Sashiko Design (wip)





Eu adoraria um dia escrever um post como os que a Cecília (Quilts São Eternos) escreve: leitura gostosa, pesquisa impecável, referências idem. Uma aula sobre um determinado tema que abre inúmeras outras possibilidades para o leitor.

Oh, Cecília, adoraria ver você escrever sobre o Sashiko Design (será que o fez e eu perdi este post, hein?! Rsrsrsrsrsrs)... Como não me arvoro de conseguir reunir todas as informações que a querida Cecília certamente conseguiria, vou me ater a dizer que venho “namorando” este design há tempos e que minha curiosidade foi aguçada por sua complexidade disfarçada de simplicidade.

Explico-me: procurando os gráficos para o meu primeiro projeto, deparei-me com excelentes blogs que oferecem um passo a passo para o “jeito certo” de bordar cada gráfico. Ainda que eu pensasse que o velho e fácil ponto alinhavo (running stitch) fosse o mais simples do panteão do bordado, o uso deste nos gráficos Sashiko requer técnica e precisão.


Não é difícil, mas também não é para ser bordado de qualquer jeito, como eu, infelizmente, estou fazendo agora... Logo, não estou bordando um Sashiko Design. É algo apenas inspirado em.

Vi na internet que os gráficos devem ser colados no avesso do tecido – normalmente escuro – e bordados com linha branca sobre o papel. Após bordado, este papel dissolve-se em água.

Como, obviamente, não tive a paciência de encomendar o gráfico adequado antes de começar, baixei a figura e passei para a barra de uma toalha, em linhas contínuas, e estou bordando não pelo avesso, mas pela frente mesmo. Tudo errado, mas cheio de boas intenções.

Vida que segue, prometo aprender a técnica o mais corretamente possível, encomendar os gráficos na internet e, quem sabe, apresentar aqui, um dia, um verdadeiro Sashiko. Até lá, vamos bordando e nos divertindo.  


domingo, 7 de setembro de 2014

“Para ser comemorada” – os presentes da Isa





Quando eu apenas sonhava em ser blogueira, a coisa que mais me admirava eram as amizades que eu via surgir e se manterem nos blogs dos outros e eu me perguntava se um dia eu teria a mesma capacidade... Como se isso fosse algo que se pudesse programar ou controlar!

Como na “vida real”, essas coisas apenas acontecem e, se por uma faísca de identificação, de carinho, o contato de mantém por meses ou anos, quem pode dizer que esta não é uma amizade como outra qualquer? A distância geográfica e o “não-encontro” presencial são apenas circunstâncias...

Aí, para comprovar minha tese, num ano em que comemorar meu aniversário não foi a tônica – por zilhões de motivos, alguns dos quais fugiram à minha compreensão – “fui comemorada” muitas vezes por minhas amigas que moram em outras cidades.

O primeiro presente veio de Belém, das mãos mágicas da Isa, pessoa da melhor qualidade, crafter de primeira e que me apresentou uma paixão, os gráficos Soda.

 
Isa me mandou uma caixa recheada de fitas decoradas, tecidos lindos e uma cartinha amorosa. De verdade, olhos brilhando e sorriso no rosto não são a imagem de um aniversário?!

Querida Isa, comemorar meu 39º aniversário contando com a sua amizade, sua atenção e seu carinho é um presente especial, que guardo com muito cuidado. Obrigada de coração!

A série continua!


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...