domingo, 30 de outubro de 2011

Envelopes Especiais para o Natal (ou outras ocasiões)


 

Cada doido tem a sua mania, diz o senso comum. Uma das minhas, é gostar de envelopes e embalagens de maneira geral. Quando recebo um convite ou um cartão bonito, saibam que os guardarei, para usar suas partes ou, simplesmente, para ter idéias no futuro.

Essa semana tive uma visão inspiradora sobre envelopes e seus detalhes. Recebi um envelope pardo da Aninha do Atelier Caseiro que, na sua essência, é o epítome da simplicidade, concordam? Mas a Aninha deixou-o com um aspecto, por assim dizer, “real”:




É um detalhe simples e muito, muito charmoso, não é? Distintivo, eu diria. Para complementar, uma fita durex decorada, na lateral. Lindo, amei! Viram como sou admiradora dessas coisinhas? Acho que enfeitam a vida e nos dão pequenos momentos de alegria.




Aí, comecei a pensar no Natal e me deu vontade de inventar algo especial para os envelopes que serão enviados às minhas amigas e familiares. Depois de dar tratos à bola e pesquisar bastante na internet, resolvi fazer um PAP com a melhor solução que achei para mim, só para o caso de alguém ter uma “loucura” semelhante à minha. =))

Você vai precisar de: um envelope, entretela termocolante, tecido, lápis ou caneta, tesoura, régua, ferro de passar.




1. Escolha um envelope para servir de modelo e o desfaça, para que vire um molde.



2. Risque esse molde na entretela termocolante.



3. Passe a entretela com o ferro quente, no avesso de um tecido a sua escolha. Eu optei por tecidos natalinos, claro. Mas você pode usar em outras ocasiões, como dia das mães, pais ou namorados.

4. Depois de colar a entretela ao tecido, corte-o no limite do desenho.



5. Com a ajuda de uma régua, dobre as abas do envelope, para fecha-lo, e marque bem as dobras com o ferro. Pronto, seu envelope está feito.




Caso deseje, você pode fechá-lo de muitas maneiras diferentes: use pedacinhos de velcro, botõezinhos de pressão, fitilhos, adesivos, etc. Nos meus, usarei apenas um pouquinho de cola nas abas de baixo e deixarei a aba de cima aberta mesmo, já que os enviarei dentro de outro envelope de papel.

Gostaram da sugestão? Espero que tenha sido útil. 


sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Das vantagens do auto-engano: as flores de hexies



De vez em quando eu dou um jeito de me auto-enganar.


Explico: durante um tempo, quando eu ainda usava relógio de pulso, eu o mantinha sempre dez minutos adiantado. Ainda que eu, conscientemente, soubesse que o relógio estava adiantado e que ainda teria mais dez minutos, inconscientemente eu achava que estava atrasada e conseguia, na maioria das vezes, chegar no horário... lol




Isso deixou de funcionar depois de um tempo e hoje parece mesmo bem ridículo... Mas quero defender as vantagens do auto-engano.

Atualmente, estou juntando meus hexágonos em “flores” para, depois, costurar esses conjuntinhos ao tecido existente. O auto-engano é que acredito firmemente que o trabalho acaba por ser mais rápido, o tecido aumenta mais de 10cm a cada acréscimo e isso dá uma sensação boa demais... lol





Claro que eu sei que estou trabalhando da mesma forma, fazendo a mesma quantidade de pontos! Mas o auto-engano é sobre percepção e não sobre razão! Assim, achei esse o jeito mais eficiente para mim.




As flores de hexágonos não obedecem a nenhum padrão, apenas tento não colocar tecidos repetidos em cada flor. Estou usando os tecidos que a Isa me enviou junto com os que já vinha usando e estou bem impressionada com o colorido que vem “desabrochando” no quilt. Acho que ficará realmente uma peça especial... (Obrigada, Isa! Sempre lembrarei de você!)




E vocês? Possuem alguma forma de auto-engano?


sábado, 22 de outubro de 2011

Primeiras visões do Natal...




Comecei, de fato, a me envolver com o Natal e, este ano, espero que com a antecedência necessária para fazer tudo que imaginei! lol

O que acham deste simpático boneco de neve?




Bordei seu corpo com um misto de nó francês e ponto rococó. Os braços, o cachecol e detalhes da face são em ponto atrás. A cartola fiz em ponto haste. Na barriga, os botões de sua “roupa” são pequenas continhas douradas. Os floquinhos de neve, em linha metálica, deram um trabalhinho, mas o efeito é bem interessante, não acham?

Não posso antecipar o que farei com este bordado, ainda estou estudando, mas já mostrei um dos tecidos que pretendo utilizar com o bonequinho. Outros bordadinhos natalinos estão em produção, em breve mostro seus detalhes.



Alguma idéia do que farei? Quem se habilita a palpitar? lol


quarta-feira, 19 de outubro de 2011

A Paixão por Tecidos #3 Tecidos são presentes especiais


Este composé é tão versátil, não?



Quando eu perguntei à Gislene o que ela gostaria de ganhar como presente de aniversário, a resposta dela me surpreendeu por que eu jamais pensaria em presenteá-la com... tecidos!

Ok, deixa eu explicar uma coisa para vocês:

Primeiro: eu e a Gis somos amigas há tanto tempo que podemos fazer esses tipos de perguntas e suportar as respostas que vêm.

Segundo: somos ambas apaixonadas por crafts.

Terceiro: gosto de dar presentes que as pessoas usem! =D


O que a Gis fará com caveiras e trevos?? 


Assim, a surpresa da resposta logo se transformou em alegria: comprar tecidos??? A-D-O-R-O! Se a moda pega, todos os meus amigos começarão a receber pedacinhos de tecidos bem coloridos e variados em seus aniversários! Lol


Bem vintage, para o novo momento da vida dela.


Escolhi alguns tecidos que ela já tinha gostado e outras novidades. Tudo com muito carinho por que a Gislene é uma amiga especial (Parabéns de novo, amiga!).


Vamos tomar chá? ok, mas ponha seu avental primeiro! lol


E vocês? Que tipos de presentes “diferentes” já ofertaram??


domingo, 16 de outubro de 2011

Porta moedas “intuitivo”



Eu ganhei um porta moedas como brinde de uma marca de cosméticos, mas ele durou menos que os cosméticos =(. O tecido esgarçou-se e, quando ficou feio usá-lo em público, resolvi arrancar o tecido e guardar o fecho de metal.

O fecho vinha esperando o momento de tornar-se porta moedas de novo, evidentemente, mas eu não fazia ideia de como começar. Depois de vasculhar a internet e ver muitos tutoriais, senti-me impaciente e incapaz de optar entre tantas soluções.

A coisa mais importante que eu procurava, no entanto, era como prender o tecido ao fecho. O que apurei é que o tecido, depois de costurado, é apenas encaixado na parte de metal com o auxílio de uma tesoura ou outro instrumento de metal. Em alguns casos, vi cola sendo usada.



Ocorre que era domingo à noite e eu estava um tantinho irritada, meio sem motivo. Para começar, optei por um dos retalhos que a Isa me enviou, com maçãs, ainda que ele parecesse um tantinho estreito para os modelos mais bonitinhos que eu vira na internet.

Decidi fazer o porta moedas como um saquinho quadrado, forrado com manta acrílica e, por dentro, coloquei outro saquinho em tecido bege escuro, posicionado de modo a esconder as costuras.



Na parte de cima, recortei arredondado e arrematei à máquina, com o ponto zig-zag. Foi exatamente essa parte, com a costura em zig-zag, que inseri no fecho, com a ajuda de uma faquinha. Voilá! Nasce um porta-moedas! Fiquei tão satisfeita com o resultado que até esqueci a irritação inicial!

Segurar o objeto + tirar a foto = foto tremida!



No dia seguinte, menos eufórica, considerei o acabamento sofrível da parte de cima e o formato um pouco torto, porém considerei que este não será o único porta moedas que farei nesta vida! Quero testar outros formatos e usar outro tipo de forro, talvez o termocolante, já que a manta acrílica deixou este primeiro um pouco fofinho demais... lol

Gostaram do resultado? 


quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Capas para Cadernos para Comemorar o Dia do Professor


Feliz Dia das Crianças!



Já mostrei neste post a primeira capa para cadernos que fiz, inspirada pela Andréa da Casca da Cigarra. A ideia é tão interessante que resolvi produzir outras capas para presentear as professoras e auxiliares de sala do Guilherme e do Rafael, por ocasião do Dia do Professor.

Para a Tia Marjorie, professora do Rafa, uma combinação bem rosinha, com o trecho “há que se cuidar do broto” bordado em pink, utilizando o ponto atrás. O fecho foi feito com elástico e botão.




Para a Tia Lu, uma mistura mais intensa de diferentes tons de rosa, predominando os poás. O fecho é uma laçada de fitilho no botão, arrematado por uma pequena conta.




Para a Tia Marilac, um anjo que foi a primeira professora do Rafa, no ano passado, uma composição em lilás, bem terna, com o fecho em fitilho duplo verde e botão lilás. Pequenas contas transparentes arrematam o fitilho.




Para a Tia Janete, professora do Gui, uma composição em tons de vermelho e a frase “vai como a criança que não teme o tempo”, bordada em branco, utilizando o ponto atrás. O fecho em elástico vermelho, com botão cinza claro, para harmonizar.




Como retribuir o carinho, a dedicação, a contribuição que essas profissionais trazem para a formação dos meninos? É impossível mensurar. Mas, do meu jeito craft, resolvi demonstrar o nosso respeito e gratidão.

Espero que tenham gostado da idéia. E vocês? Tiveram bons mestres?


domingo, 9 de outubro de 2011

A Primeira Vez a Gente Não Esquece...



Hoje, pela primeira vez, uma foto de um trabalho meu foi selecionada entre as melhores da semana do Grupo Banana Craft no Flickr: quando eu vi dei um grito! lol

Você viu? Se não, dá uma clicada aqui.

A foto que postei mostra a almofada marfim, bordada com linha matizada verde, que fiz para a Aninha. As mãozinhas do Rafa apareceram também, segurando a almofada "fofinha", como ele a avaliou... Caso não tenha visto o post, dá só uma olhada aqui.




Uma ótima semana a todos!




sexta-feira, 7 de outubro de 2011

O Coelho Nadador que Cruzou a Poça



Acho que todos vocês já perceberam que, para a maioria de nós, a internet funciona assim como uma espécie de “cópia” das relações reais. Você pode ter centenas de seguidores, mas só conversa regularmente com uma dezena ou um pouco menos.

Na vida é assim também: você pode ter milhões de conhecidos, mas têm aqueles poucos amigos especiais, com quem você têm uma sintonia de pensamentos, com quem você pode contar quando alguma situação difícil aparece. 

Pois bem, no rol das pessoas especiais que tive a sorte de encontrar nessas minhas andanças pela blogosfera está a querida Nia, portuguesa com certeza, dona do delicioso blog Caixinha de Pirlimpimpim

A Nia já apareceu diversas vezes no Linhas por que quando eu não sabia nada sobre o funcionamento dos blogs e da internet, foi ela quem me estendeu a mão. Eu segurei na mão dela naquela ocasião e não soltei mais! =D





De vez em quando, envelopes cruzam os mares de lá pra cá, de cá pra lá. O penúltimo envelope de Portugal naufragou em alguma ineficiência dos Correios, mas a Nia não se deu por vencida e embarcou outro envelope com um orelhudo dentro.

Este, mais espertinho, sobreviveu às intempéries e finalmente chegou! Trouxe na bagagem postais lindos mostrando paisagens e um pouco da cultura lusitana, além dos cartõezinhos e da delicadeza da Nia, transbordando em cada detalhe.

Tem como a gente não ganhar um dia com uma visita dessas??? Tem não... (Nia, adoro-te, és uma pessoa que mora num cantinho bem especial do meu coração: aquele que o poeta disse que a gente deve guardar debaixo de sete chaves. Obrigada por tudo!)

Um envelope brasileiro, cheio de carinho, cruzou o oceano (a poça), tomara que a Nia goste. Isto por que amizade é sempre uma via com sentido duplo, concordam?





PS: E com isto, desejo um super fim de semana a todos!

terça-feira, 4 de outubro de 2011

A Paixão por Tecidos #2 O Clube da Troca de Retalhos


My precious.... LOL

 

A melhor coisa da blogosfera é encontrar pessoas com quem possuímos ideias e valores em comum e, com sorte, poder desfrutar da amizade dessas pessoas, aprender e compartilhar técnicas.


Eu sempre achei que todos os gatos do mundo eram franceses...


Assim, tive uma sorte tremenda quando conheci a Isabella, do blog Get Crafty Now!! A Isa é uma artista: fotografa, pinta, borda e costura coisas lindíssimas! Passado meu momento inicial de “tiete” com a qualidade e a beleza de suas pinturas – o meu “calcanhar de Aquiles craft” – descobrimos uma paixão em comum: os tecidos!


Outono, cores, corujas, ratinhos, corações... 


Conversa vai, e-mail vem, resolvemos trocar retalhos, para variar nossos estoques de estampinhas para hexágonos ou outros trabalhos.


Um bilhetinho carinhoso.


A Isa largou na frente e me enviou um pacote com preciosos retalhos de tecidos, mais um carinhoso bilhetinho escrito à mão. Amei! Passei dois dias só admirando cada pedacinho de tecido, comparando suas cores e texturas, separando em grupos... lol


Os meninos já estavam impacientes comigo: “Mas, mãe, o que você vai fazer com esses paninhos? Por que você fica só olhando pra eles com essa cara???” lol Pois bem: quase satisfeita, resolvi escolher alguns para fazer novos hexágonos. Não são F-O-F-O-S????


Minha colcha vai ficar divertidíssima com esses hexies!


O meu pacote para a Isa seguiu estes dias, apesar da greve dos carteiros. Estou rezando para que chegue bem ao seu destino e torcendo para que ela goste do seu conteúdo tanto quanto eu gostei do que recebi.

Então, o que acharam da ideia?




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...